30 abril 2011

Ópera de Rua

Começa hoje, dia 30 de abril, a Temporada 2011 do Grupo Ópera de Rua de Brasília, com reapresentações do Auto do Pesadelo de Dom Bosco, de Jorge Antunes. Com apoio do FAC-DF, o espetáculo ao ar livre será apresentado em 10 cidades do Distrito Federal, de 30 de abril a 5 de junho, todos os sábados e domingos às 16h30.

A Ópera de Rua Auto do Pesadelo de Dom Bosco faz o público rir, protestar, vaiar e acompanhar a criatividade e a irreverência do compositor e maestro Jorge Antunes. Trata-se de um protesto político-cultural bem-humorado, inspirado na tragicômica situação da política de Brasília.

Jorge Antunes, motivado pelos vídeos em que deputados recebem propina, e por fatos como a doação de panetones, concebeu a ópera em forma de cordel na qual os corruptos são julgados pelo povo, com história e personagens da Idade Média: Suseranos, Burgomestres, Vassalos, Reverendos, Bruxa, etc.

A música, mistura de linguagens medievais e nordestinas, guia o julgamento entoado por um coro popular após a defesa dos acusados. Alguns dos já famosos personagens são a Bruxa Ouvides Grito, o Reverendo Benedictus Dormindo, o Monarca Xaró Parruda e outros. Com as novas revelações da filmografia torpe de Durval Barboza, o maestro acrescentou dois novos personagens na ópera. Assim, Jorge Antunes compôs árias novas para a Princesa-Vampira Jaqueladra Horroriz e o Pajem Mano-a-Mano El Neto.

Eis o roteiro da nova temporada:

30 de abril- Recanto das Emas (Praça do Girafas)

1º de maio- Samambaia (Estacionamento da Feira Permanente)

7 de maio- Ceilândia (Praça do Trabalhador, ao lado da Administração Regional)

8 de maio- Taguatinga Centro (Praça do Relógio)

14 de maio- Guará (Praça da Administração)

15 de maio- Cruzeiro (Estacionamento da Feira Permanente)

28 de maio- Sobradinho (Feira da Lua)

29 de maio- Planaltina (Praça em frente ao Museu)

4 de junho- Santa Maria (Praça da Administração)

5 de junho- Gama (Praça do Cine Itapoã)

Classificação etária: LIVRE
Contatos (Jorge Antunes): 3368-1794 e 8221-0895

P.S.: Fiquei profundamente chateada pela minha cidade - Riacho Fundo - não ter sido inclusa na lista de apresentações, justo aonde tem uma das maiores (senão a maior) admiradora da arte (ópera, teatro e dança).  Como forma de protesto, não vou a nenhuma das cidades vizinha. Aguardarei a programação do Teatro Nacional, aonde sempre assisto. Pronto falei!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSAMENTO SOLTO