TERNINHO E CONJUNTINHO - A VOLTA DOS QUE NÃO FORAM

Tomei uma decisão importante na minha vida: por mais que eu goste de falar de moda e tendência, não as sigo a risca. Primeiro, porque se resolver tentar acompanhar, comprando tudo o que sai de novo diariamente (sim meus queridos, todos os dias, surge algo novo, acredite), terei um sério rombo na conta bancária, já que não sou nenhuma blogueira rica, ou herdeira de pais montados na grana. Outra, porque o que acho bacana mesmo na moda, é você usar aquilo que combina com seu estilo, o que complementa o que já tem no seu armário. Não vejo com bons olhos quem de tempos em tempos adota uma 'personalidade' por causa 'das tendências' da temporada. Ora é rocker, ora é ladylike e por ai vai.

Eu assumo que gosto de roupas leves e confortáveis, mas também curto uma boa alfaiataria, logo não é de se surpreender em eu ter curtindo tanto esse editorial da revista Elle South Africa, edição de março/2013. Se pegarem alguma foto minha dos anos 90 (nem sonhem, que eu não vou mostrar, rs), perceberão que eu já curtia andar de conjuntinho, e terninhos eu tinha vários.

Com esse editorial, podemos perceber que o terninho vai muito bem obrigada, tanto para o trabalho, e porquê não para esticar para um happy hour?! Depois que os conjuntinhos voltaram a tona repaginados, o terninho perde um pouco a seriedade e ganha vida com a composição dos acessórios certos. Eu curti!


Reprodução

Comentários

Postagens mais visitadas