12 julho 2013

FICA A DICA: "TRUQUE DE MESTRE"


Desde que tinha visto o trailer do filme "Truque de Mestre" que fiquei 'pilhada' para assistir, logo, nem preciso dizer que na pré-estréia eu já me encontrava devidamente posicionada (com o amor, claro) na sala do New York City Center para ver. O filme é ótimo. Tem truques de te fazer esquentar a mufa para saber como foi feito, mas tenho que admitir que embora tenha gostado do filme, eu esperava mais do final (sempre espero, fato). Tudo bem que o filme parece um pouco desgovernado, mesmo tendo um pouco de tudo: ação, suspense..., e por tudo isso, achei o final 'fraco' pro filme que foi mostrado em 1h56.

Também acho que pecaram em não lançar o filme em 3D (o trailer eu tinha visto em 3D e talvez por isso tamanha empolgação). Gostei, mas não amei. Admito que esperava 'mais'. Para quem ainda não viu, ou nem sabe do que se trata, o filme conta a história de Daniel Atlas (Jesse Eisenberg), especialista em truques com cartas, líder do grupo de ilusionistas chamado "Os Quatro Cavaleiros".

O grupo é formado ainda por Merritt McKinney (Woody Harrelson), mentalista que hipnotiza pessoas e tira delas os segredos mais íntimos, Jack Wilder (Dave Franco),cuja habilidade é roubar carteiras, e Henley Reeves (Isla Fisher),garota capaz de se livrar de correntes e sair de um tanque cheio de piranhas.


O que poucos sabem é que, enquanto encanta o público com suas mágicas sob o palco, o grupo também rouba bancos em outro continente e ainda por cima distribui a quantia roubada nas contas dos próprios espectadores (adoraria estar numa platéia assim, rs). Qualquer semelhança com Robin Hood não é mera coincidência (cavaleiro que tirava dinheiro de ricos e distribuía aos pobres). Estes crimes fazem com que o agente do FBI Dylan Hobbs (Mark Ruffalo) esteja determinado a capturá-los de qualquer jeito, ainda mais após o grupo anunciar que em breve fará seu assalto mais audacioso.

Para tanto ele conta com a ajuda de Alma Vargas (Melanie Laurent), uma detetive da Interpol, e também de Thaddeus Bradley (Morgan Freeman), um veterano desmistificador de mágicos que insiste que os assaltos são realizados a partir de disfarces e jogos envolvendo vídeos. Como fã de filmes que mexem com a imaginação e mais ainda do ator Morgan Freeman, recomendo. 


Ainda não a(o) convenci de que vale a pena correr até o cinema mais próximo para assistir? Então aperte o play, e veja com seus próprios olhos:



Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSAMENTO SOLTO