18 abril 2014

FICA A DICA: FILME "A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS"


Uma das vantagens de vôos longos é que podemos colocar seja o sono, a leitura ou mesmo um filme em dia. Eu nem pensei duas vezes quando me deparei com uma vasta lista no meu assento: vi dois filmes e meio na ida e dois na volta. Vou postando ao longo da semana a minha impressão sobre cada um, mas de cara, vou começar com um que por sinal eu tenho o livro em casa ~ ops, na casa de mamys, rs ~ e NUNCA LI: A MENINA QUE ROUBAVA LIVROS. Vergonha alheia.

Adaptação de obra homônima de Markus Zusak, A Menina que Roubava Livros conta a história da jovem Liesel Meminger, uma garota que vive com os pais adotivos na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial. Apaixonada por livros, ela desenvolve o hábito de "roubar" obras para ler para o amigo Max, um judeu que mora clandestinamente em sua casa.

Narrada pela Morte, de forma inconstante, mas curiosa, a trama tem como ponto mais interessante a relação entre Liesel (Sophie Nélisse) e seu amiguinho Rudy (Nico Liersch). Sem contar no carismático Geoffrey que interpreta o papel de Rush, o pai acolhedor ~ quase infantil ~ de Liesel, enquanto que Emily Watson vive o papel da matriarca da família, uma figura dura e mal-humorada.

É um filme que não causa grandes emoções no expectador, por ter personagens pouco complexos e por ter uma trama que se arrasta por tantas horas, mas curti a relação de amizade que Liesel cria com Max, Rudy e a família adotiva. Vale a pena conferir!


Não leu o livro, nem viu o trailer para se convencer de que vale a pena conferir? Aperte o play:



Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSAMENTO SOLTO