02 maio 2014

TRIP TIP: PLAYA BLANCA E ISLAS DEL ROSARIO

Para finalizar as dicas da viagem à Cartagena (snif, snif), vou falar de um dos lugares mais incríveis que já vi na vida: Playa Blanca e Islas del Rosario. O passeio é feito de barco, e todas as saídas partem do Muelle de la Bodeguita (porto) às 9h da manhã, com retorno às 16h aproximadamente. O Porto fica próximo a Torre del Reloj, pertinho da entrada principal da Cidade Velha. Você pode comprar o ingresso do passeio direto das agências (muitas delas instaladas no próprio molhe), ou mesmo, de vendedores que circulam pela cidade oferecendo o pacote (é um risco, mas a barganha no preço, pode compensar).

E não se iluda! Você paga o ingresso do passeio, mas a Capitania dos Portos ainda cobra uma taxa em torno de 13 mil, para uso do molhe e como entrada ao Parque Nacional (que não é informado pelos vendedores no ato da compra. Fique atento a mais esse custo).


Há embarcações de dois tipos: Lanchas para 20 a 30 pessoas (gasta aproximadamente, uma hora) e e Yachts, barcos grandes, para até 100 pessoas, que levam o triplo do tempo (algo em torno de três horas).

Optamos pela primeira opção, mas depois de ver o 'piloto' do barco fazer uma espécie de transporte público, levando pessoas para outras ilhas, antes de levar os passageiros pagantes ao destino solicitado na ida, e na volta, fazer uma espécie de corrida com outras lanchas na água, fiquei imaginando se teria sido mais 'seguro' ir de barco grande. Confesso que fiquei bem tensa com aquilo, mas apesar desses 'reverses', o passeio valeu muito a pena, e super recomendo!



Ilhas del Rosario é um lugar impactante! O mar tem vários tons de azuis, e como atrativo tem visita ao vilarejo, aquário (pago à parte, 20 mil) e snorkeling (não sei o valor ao certo, mas você paga separadamente, o aluguel do snorquel, barco e guia até os corais mais distantes). Optamos por ficar no aquário e não nos arrependemos. O espetáculo dos golfinhos é lindo.


Playa Blanca é considerada a “praia com as areias mais brancas” das redondezas, e tem como ponto alto a cor da água do mar, com aquele azul transparente característico do Caribe. A praia em si não tem muitos atrativos: é pequena, não tem saída para outras praias e a faixa de areia do mar até o mato é pequena. Além disso, todo o local está bastante degradado pela exploração turística. 


O mangue por trás das barracas está abarrotado de lixo, os nativos não te deixam um minuto em paz, tentando te convencer a comprar qualquer coisa (no meu caso, foi 'empurrado' umas ostras goela abaixo, e depois fui quase obrigada a pagar 50 mil pesos. Surtou né? Depois de muito discutir com o nativo, paguei $30 e fiquei atenta a toda e qualquer aproximação de ambulante). 

Um pacote para a Playa Branca e Isla del Rosario custa em torno de $60 mil pesos com almoço incluso (nesse caso, arroz de coco, peixe frito e patacones, espécie de banana da terra frita, típico da cidade). Se não quiser se arriscar, leve seu lanche na bolsa, e não se esqueça do repelente.


P.S.: Se tiver tempo (e $$), inclua ai uma esticada até San Andrés, ilha localizada no mar do Caribe, cerca de 191 km a leste da Nicarágua e a noroeste da Costa Rica e 775 km a noroeste da costa da Colômbia. Com 26 km² de área, é a maior ilha do arquipélago. Dizem ser uma das mais bonitas. Fica pra próxima!

Crédito das fotos:
Paulo Roberto Castilho

Crédito do look:
Vestido indiano e chapéu: Lojinha de Cartagena
Óculos: Tom Ford 
Body: Lenny Niemeyer para C&A

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSAMENTO SOLTO