05 janeiro 2015

FÉRIAS NO MÉXICO: UM VILAREJO CHAMADO ZIHUATANEJO


Feliz ano novo genteeeeeeee!! E como foi a virada? Se divertiram bastante? Espero que sim! 

2014 chegou ao fim, e agora vida que segue, e o blog idem. Sinto que 2015 será o melhor ano da minha vida! Farei de tudo para ser! Bom, como falei anteriormente, tirei uns dias de férias e segui rumo ao México com o noivo. Ficamos na capital, e fomos ainda em Acapulco e Zihuatanejo

A última parada foi tão incrível, que não me contive, e vou falar primeiro, sem seguir a ordem dos acontecimentos. Zihuatanejo é uma cidade do estado de Guerrero, no México, e já foi considerado uma modesta vila de pescadores, sendo atualmente o destino provinciano preferido pelos mochileiros e viajantes boêmios que desfrutam das ruas pequenas e sinuosas, cheias de galerias e lojas de artesanatos. Se encontra numa praia no Pacífico pouco conhecida dos brasileiros que normalmente elegem Cancun como destino de praia no México. Fica a 240km a noroste de Acapulco. 


Da cidade em si, não posso falar muito, já que fomos direto para o Hotel Villa Mexicana e de lá, voltamos direto pra cidade do México. Sei que podem estar se perguntando 'o porque de 'Zihuatanejo', mas confesso que desconhecia o lugar até o Paulo contar sobre a relação da cidade e o filme “Um Sonho de Liberdade”.
O trailer dos 90's, conta a história de um banqueiro condenado à prisão perpétua que foge após 19 anos de detenção. Condenado a prisão perpétua pelo assassinato da esposa e de seu amante, o bem sucedido banqueiro Andy Dufresne (Tim Robbins) é enviado para “Shawshank”, um presídio de segurança máxima. Lá faz amizade com Red (Morgan Freeman), um prisioneiro veterano que controla o mercado negro e consegue tudo, desde escovas de dente até um pôster de uma atriz famosa. "Esforce-se para viver ou esforce-se para morrer!" Esse era o lema de Andy, que numa conversa com Red, fala sobre seu desejo de ao sair da prisão e ir para Zihuatanejo, e explica porquê: "É um lugarejo no Oceano Pacífico. Sabe o que os mexicanos dizem do Pacífico? Que ele não tem memória. É onde quero passar o resto de minha vida. Um lugar quente e sem memória." Um filme inteligente e meticuloso, que retrata a amizade entre um branco rico e um negro ladrão (ambos cumprindo pena por crimes distintos), mas principalmente, sobre o foco e a determinação. Uma trama bem armada com personagens  tão brilhantes, que vale a pena ver e rever...

Bom, explicações dadas sobre o destino, o que posso dizer é que é o lugar mais incrível que já fui. Impossível não ficar paralisado diante aquele mar azul, em meio aquela vegetação. É impactante. Com arquitetura rústica e objetos do artesanato mexicano na decoração, o hotel é muito charmoso. Com uma piscina e restaurantes com vista para o mar, é uma excelente pedida para casais em lua-de-mel, família com crianças e afins. Deu até vontade de casar naquele lugar, admito (vislumbrei a ideia de chegar com vestido leve, coroa de flores e pés na areia... pôr-do-sol brindando os poucos e bons convidados, seguindo de jantar a beira-mar. Quem sabe?!).


O staff é bem cortês, a limpeza impecável, e as dependências dispensam comentários (ok, tenho que falar do restaurante, que além da vista de frente pro mar, tem um menu diversificado, que me faz babar só de lembrar. A tostilla de camarão que o Paulo pediu pro almoço, era de comer de joelhos!). A ideia era passar a noite de Natal e no dia seguinte partir de volta rumo a cidade do México, mas ao nos depararmos com aquele lugar tão lindo e aconchegante, resolvermos esticar a diária até o final do dia, para desfrutarmos da praia em frente ao hotel e piscina do mesmo. Indico de olhos fechados o Hotel. Bom, melhor deixar de blá blá blá, porque as fotos falam por si só...


Fotos: Paulo Roberto Castilho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CREME REJUVENESCEDOR TELO STRUCTURE AGE REVERSE DA ANNA PEGOVA

Foto: Divulgação Quem me conhece sabe que vivo antenada sobre produtos para tratamento e rejuvenescimento da pele. Não abro mão desse...