09 outubro 2015

CRÔNICA :: VOCÊ ESTÁ SE SABOTANDO?!


Se você tem um amigo(a) que "de vez em sempre" reclama que está gordo(a) e precisa emagrecer, que precisa de um emprego (ou ainda uma promoção), que não aguenta mais viver sozinho(a) e não vê a hora de encontrar sua cara metade, ou que não aguenta mais o marido farrista/mulherengo, ou esposa que não dá atenção, ou que só quer saber de gastar e estar com as amigas, e por ai vai, só posso dizer uma coisa: "bem vindo ao mundo dos mimimis!" Algo que talvez muitos desconhecem é que todo mundo tem problemas (todo mundo mexxxxxxxmo, em maior ou menor proporção), mas mesmo sabendo disso, tem gente que parece gostar de reclamar, que PRECISA reclamar de algo (ou alguém), e só basta encontrar uma vítima, ops, um amigo, para ouvi-lo, que lá vem lamentação! 

Mas os amigos servem para nos ouvir, certo? Errado. Amigo que é amigo, te dá um sacode, fala as verdades que você precisa ouvir, para parar de reclamar e agir. Infelizmente tem quem acredite que o bom amigo é aquele que passa a mão na nossa cabeça, que te ouve, sem criticar e/ou julgar, mas esse, eu dispenso. Prefiro a verdade que dói, mas ajuda a enxergar a realidade e assim, permite as mudanças necessárias, do que mentiras, que iludem e não ajudam o outro em nada. 

Assim como eu vivi uma fase de reclamar dos quilos em excesso e nada fazer para perdê-los, conheço tanta gente que fala que precisa emagrecer, mas se joga na pizza, hambúrguer e nada de levantar a bunda do sofá para se exercitar. Reclama do marido ou esposa, mas não olha para si e suas atitudes, para ver se o que tanto incomoda, não é consequência de algum comportamento seu. Ou ainda, há aqueles que reclamam do trabalho, mas não procuram se reciclar ou mesmo tomar a iniciativa de jogar tudo pro alto, e começar do zero, investir em algo que acredita, que o faz feliz. Parece loucura? Tente então passar a vida inteira fazendo algo que não trás nenhuma satisfação ou prazer. Isso sim, é de pirar! É assim que cada vez mais encontramos pessoas, infelizes na sua própria pele, seguindo a manada, que levanta cedo para trabalhar, e vive rotineiramente dia após dia, sem expectativas ou prazeres, que prefere reclamar a sair da zona de conforto e MUDAR!

A vida pode ser mais simples que imaginamos! Simples, mas tem gente que complica (já dizia a sábia Danuza Leão). Quer ver um exemplo? No geral, espera-se que aos trinta anos de idade, a mulher (sempre a mais cobrada pela sociedade. Fato!) tenha se casado, tenha tido filhos, um bom emprego.... e ai, muitas até conquistaram tudo isso, mas não estão felizes. O que fazer? Virar do avesso, e fazer tudo o que sempre quis, e não o que a sociedade (ou família) "exigiu"?! Talvez, se isso a fizer feliz. Agora, se você passou dos trinta, e não encontrou a metade da sua laranja, não teve filhos, não plantou uma árvore, não escreveu um livro, e tão pouco conquistou seu lugar no mercado de trabalho, o que fazer? Bom, se isso é o que você acredita que o(a) fará se sentir realizado(a), então, mãos a obra, porque o tempo está passando, e preciso dizer que ele é implacável e não espera por ninguém.Algo precisa ser feito, e só você saberá por onde começar. Agora, se não acredita em nada disso, então compre uma passagem para um país distante, leve apenas o essencial (até porque a bagagem deverá ser trazida na volta, dessa experiência), viva como um nativo, e quem sabe ali, distante de todos e até mesmo da sua realidade, não encontre o verdadeiro sentido da sua vida.

Para simplificar tudo o que falei, livre-se dos fardos. Foque em coisas boas, tenha pensamentos positivos. Parece clichê, mas é a mais pura verdade. Quando gastamos energia pensando por exemplo, na viagem de férias que pretendemos fazer ou mesmo no próximo feriado, ou naquele sapato (bolsa, vestido...) lindo que viu na vitrine de uma loja com um super desconto, na promoção no trabalho, ou mesmo no que faria com um possível aumento de salário, ou ainda, na gargalhada do(a) filho(a) ou sobrinho(a), tendemos a ficar mais leves e consequentemente mais alegres, e o peso que carregamos das frustrações ou decepções da vida, ahh, você nem os sentirá mais. Duvida? Experimenta fazer isso, e depois me conta! E quem sabe assim, mais leve, não fica mais fácil focar no que realmente quer, e segue em busca daquilo que te faz verdadeiramente bem. Tente!

Fotos: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSAMENTO SOLTO