14 abril 2016

TESTADO E APROVADO: GOLDEN SKIN ÊTRE BELLE

Foto: Reprodução

Uso bastante produtos pra pele, seja para limpar, hidratar, anti-sinais... enfim, estou sempre em busca de novidades no mercado. E usei um recentemente, mas percebi que ainda não tinha falado a respeito aqui no blog. Bola fora! Mas nunca é tarde para compartilhar uma boa experiência, até porque percebi o resultado já nas primeiras semanas. O produto em questão? O Golden Skin Être Belle. Exclusivo tratamento facial anti-sinais com ouro e caviar deixa sua pele macia, com uma textura mais firme, atenuando assim, os sinais de expressão (senti uma melhorada boa nas linhas de expressão ao redor dos olhos e testa).


Eu disse, atenuando, e não eliminando, que fique claro. Até porque eu acho que não existe produto que realmente elimine os sinais do tempo (e pra ser sincera, nem eu quero. Acho que dá pra amadurecer bem, sem  tentar apagar a idade que tem, evitando assim, parecer uma boneca de cera do Madame Tussauds), mas que podem sim, suavizar, e deixar a pele mais firme, com menos marcas de expressões e cansaço.

Eu usei o noturno, mas tem o tratamento diurno, e devo admitir que gostei bastante. A notícia que não agrada tanto: não tem pra vender no país. É mais um daqueles produtinhos que você compra quando viaja pra fora do país, ou pede pra amiga trazer na bagagem quando estiver viajando! Fica a dica!!
Sobre a marca
A Être Belle, marca de dermocosméticos alemã, atua há cerca de 30 anos no mercado europeu. Presente em mais de 45 países em todo o mundo, a Être Belle Beauty System chega ao mercado brasileiro. Os laboratórios da Être Belle na Alemanha primam pela excelência dermocosmética, sendo premissa da empresa lançar somente produtos com resultados comprovados, utilizando os mais modernos componentes existentes no mercado europeu. Por essa razão, a marca é altamente conhecida e recomendada pela classe médica européia. Hoje, somente na Europa, há mais de 8 mil clínicas médicas e de estética utilizando e revendendo os produtos da Être Belle. Bacana não?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PENSAMENTO SOLTO