10 maio 2016

COLEÇÃO CRUISE OU RESORT?!

Reprodução

Coleções Cruise e Coleções Resort estão cada vez mais presentes no cenário do mundo da moda. Prova disso, que falei recentemente sobre o desfile incrível da Chanel em Cuba (aqui). E daí, pensando nisso, fui pesquisar o que realmente é uma coleção Cruise ou Resort?

Em primeiro lugar, elas são a mesma coisa! Os termos “cruise” e “resort” têm suas origens nas coleções que os designers desenvolviam para seus clientes jetsetters levarem consigo nas viagens de férias rumo ao verão, transcorridas em resorts ou em cruzeiros.

D&G Summer 2016

Hoje em dia atravessar o oceano tornou-se habitual e a compra pela internet facilita a aquisição de produtos no exterior. Já não existem mais aquelas longas temporadas de veraneio que inspiraram tantos romances no passado. Apesar das viagens de férias não representarem mais um evento importante no calendário anual, as pré-coleções — outro nome dado para esse tipo de lançamento — tornaram-se um acontecimento no calendário da maior parte das marcas de luxo.


Apresentadas de maio a julho, as coleções Cruise e Resort agem como precursoras às tradicionais coleções de primavera/verão exibidas em setembro durante as semanas de moda que acontecem em Nova Iorque, Londres, Milão e Paris. A coleção pré-outono, que também recebe o nome de Cruise ou Resort é apresentada em novembro antecedendo a coleção outono/inverno que, por sua vez, é exibida de fevereiro a março ao longo das semanas de moda.

Uma característica marcante dos desfiles das coleções Cruise e Resort é o local onde eles acontecem. Por se tratar de uma criação que traz em seu DNA o espírito de viajar, esses eventos ocorrem em outras cidades e até mesmo em outros países.

Cenário do desfile Chanel SS2016

Do ponto de vista prático, o grande atrativo das pré-coleções é o fato de terem maior ‘vestibilidade’ por serem pensadas para um período de transição entre duas estações. Considerando as mudanças climáticas que estamos vivendo, essas coleções têm conquistado os compradores por provarem maior longevidade nas araras. Tais peças podem ficar expostas de novembro a abril, fato que ajuda a contornar a política de descontos e liquidação.

D&G Summer 2016

Segundo muitos críticos, a moda hoje não é mais ditada por estações. De fato, a tendência atual vai de encontro à atitude de vestir, sem se preocupar com a estação. Uma das precursoras das Coleções Cruise é a grife de luxo francesa Chanel, que desde 2000 apresenta seus desfiles (verdadeiros shows) em cidades ao redor do globo como Saint Tropez, Veneza e Dubai, Seoul, na Coréia, e mais recentemente, em Cuba (falei aqui).

D&G Fall2014

A maior crítica em relação a essas coleções intermediárias é o aumento significativo das horas de trabalho que gera stress e fadiga criativa. Ao romper com a maison Dior após uma crise nervosa, o designer inglês John Galliano alegou que um dos fatores principais foi o excesso de carga imposto pelo novo ciclo da moda. Por outro lado, Karl Lagerfeld do alto de seus 82 anos esbanja vitalidade, apesar de rumores de que pretende se aposentar. Independente de qualquer coisa, é importante ressaltar que seu contrato com a marca francesa é vitalício.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COLEÇÃO LIMITED CRIS BARROS PRA INSPIRAR!

Fotos: Reprodução Sou apaixonada pelo trabalho da Cris Barros. Sempre inovando, sua coleção a cada estação é singular e inspirador...