DICA DO SOMMELIER :: OS BELOS VINHOS BRANCOS DA ALSÁCIA

"Aqui no Brasil, o consumo de vinhos brancos ainda é baixo, mas vem crescendo lentamente. A procura maior recai sobre os vinhos elaborados com as uvas brancas mais conhecidas como a Chardonnay e a Sauvignon blanc. É certo, que em cada País produtor de vinhos, há pelo menos uma região diferenciada na produção de uvas brancas. 

No Nordeste da Itália, temos o Friuli, na Espanha, a Galicia, em Portugal, o Minho e o Alentejo, no sul da Australia as regiões de Clare Valey, Mac Laren Valey são as melhores, no Chile, Casa Blanca, na Argentina, Salta, nos EUA, Washington (Olympia), Monterey e Napa (California), no Brasil a serra gaúcha no RG Sul e São Joaquim em Santa Catarina, na França o Vale do Loire é uma grande referência, e outras mais regiões que se destacam na produção de vinhos brancos, mas é da Alsácia, também na França, que vamos falar.

A Alsácia, é uma pequena e especial região francesa, vizinha da Alemanha e Suíça, com uma superfície de apenas 8 280 km², sendo a menor região da França, que produz vinhos da mais alta qualidade, principalmente vinhos brancos. 

Montanhas e Vales, Castelos e Aldeias, é assim a região da Alsacia, um mosaico com belas cidades, entre elas, as famosas Estrasburgo (capital) Colmar, Ribeauvillé, Selestat, Obernai e Riquewihr.

Com vários pontos turísticos, chama a atenção a Catedral de Notre Dame e o Museu das Artes em Estrasburgo.


Seu Terroir é composto por uma grande variedade de solos, permeados de granito, argila, calcário, areia e greda, este último, muito encontrado na região de Champagne, e um clima continental, com invernos frios e secos e verões quentes. Tem baixo índice pluviométrico, ou seja, chove pouco, em média 550 mm ao ano, o que podemos traduzir como sendo uma das principais condições favoráveis para elaboração de bons vinhos.

Durante muitos séculos, a Alsacia foi alvo de disputa de território, com muitas guerras entre a França e Alemanha, pela conquista e soberania da região. 

Seus vinhos são de grande qualidade, quase todos de uvas brancas de Riesling, Gewurztraminer, Pinot Grigio, Sylvaner, Auxerrois, Chasselas, Muscat Blanc, Pinot Blanc, que refletem brilho, aromas florais, frutados e até minerais. 

As uvas Riesling e Gewurztraminer são as principais na produção dos vinhos da região.

A Riseling é a grande estrela da Alsacia, logo seguida pela Gewurztraminer.

Trata-se de uma uva de cachos e bagos pequenos. É considerada por muitos junto com a Chardonnay como as melhores castas brancas do mundo.

Na Alsácia, a Riesling tem aromas delicados de frutas tropicais e cítricas (maçã verde), e também toques florais, diferentes da Riesling da Alemanha, onde predominam os aromas minerais em função do solo de ardósia.

Dá origem a vinhos de grande elegância e fineza. Produz vinhos com acidez elevada, de grande estrutura, de boa guarda e teor alcoólico médio, passando ou não por barris de carvalho.

A Gewurztraminer é uma casta rosada que faz um vinho branco delicioso.
Uva Gewurztraminer
É uma casta muito aromática, que lembra rosas, lichia e especiarias como pimenta, canela e gengibre, possui cachos e bagos medianos, tem ótima adaptação em solo Frances, especificamente na região da Alsácia. Também é encontrada na Alemanha e outras regiões de clima frio..

Em boca, os vinhos feitos com esta uva, apresentam – se ricos em acidez, com bastante frescor e boa textura, com toques picantes, porém, suaves. 

Alguns Produtores de alta qualidade são Maison Marcel Deiss, Domaine Trimbach, Domaine Dopff-au-Moulin, Hugel & Fills, Kuentz Bass, que podem ser encontrados facilmente aqui no Brasil nas boas lojas de vinhos.

Há atualmente na região da Alsácia, grande produção de vinhos orgânicos e biodinâmicos.

Sobre o que harmonizar com estes vinhos brancos, acho que uma boa combinação, além dos famosos pratos da gastronomia asiática, é um ceviche, ou uma deliciosa moqueca, mas sem dendê e carne de porco. Para os amantes de sopa como eu, uma sopa de siri fica muito bem com um Pinot Blanc.

Fica a dica!

Bons Vinhos e até breve!"


Luiz Augusto 
Cursos, Palestras, Degustações, Cartas de vinho
Facebook: Luiz augusto sommelier

Comentários