11 junho 2016

CRÔNICA :: O SUCESSO NO TRABALHO VEM DO AMOR AO QUE SE FAZ?!

"Eu sei o preço do sucesso: dedicação, trabalho duro, e uma incessante devoção às coisas que você quer ver acontecer". Frank Lloyd Wright
Sempre ouvi dizer que quando decidimos fazer algo e o fazemos com amor e dedicação, o sucesso é certo, e o dinheiro vem! Porque tudo o que a gente faz com amor, rende frutos, claro! É aquela regrinha que tanto ouvimos falar: tem que plantar, cuidar, para colher! O tempo de plantar, é rápido. O tempo de cuidar, é eterno. E o tempo de colher, ahhh, esse demora, mas vem, sempre vem!

Acho que a maioria dos seres humanos são imediatistas. Plantam, mal regam e já querem colher. Eu sou assim e certamente você também é! Agora, pior que isso, é quando chega enfim o dia da colheita,  e ai paramos de plantar e continuar cuidando, e ai bebê, toda colheita acaba!

A paixão é algo que nos leva além, nos faz querer mais, nos faz arriscar.  Mas essa fórmula que parece simples, pode não funcionar tão rápido quanto se espera. Um exemplo? Quantas pessoas que você conhece que ama o que faz e tem o retorno financeiro, que "chegou lá"? Não conheço muitos! Não basta amar o que faz. É preciso batalhar de forma árdua, intensa e contínua, para que esse amor pelo trabalho se transforme em dinheiro. Não é tão fácil quanto parece, pode acreditar! 

Eu por exemplo, estou criando uma coleção de camisetas e tenho esse espaço há cinco anos. CINCO! E não recebo nada por ele. Ok, sempre tive trabalhos paralelos e o via mais como hobby, mas há dois anos que estou 'focada' apenas nele e... nada ainda. Receber mimos é legal, convites para eventos exclusivos também, mas nada disso paga contas. E essas sim, mais cedo ou mais tarde, chegam! 

Sei que tem blogs bacanas (assim como marcas de camisetas) por aí e encontrar o diferencial não é fácil, mas é preciso. Descobrir o seu público e a falar a língua dele, fazer algo que inspire, deixar rastros, agregar valores... Saber o que gosta e leva jeito pra fazer, é fundamental. Não dá pra fazer o que quer que seja só porque todo mundo está fazendo (blogs, youtuber e afins). Porque sem jeito pra coisa, fica difícil de se destacar e tornar em algo rentável, e ai não vai passar de hobby mesmo.

Conversando com uma amiga recentemente, ela me disse que eu não acredito em mim mesma (aliás, tenho escutado muito isso ultimamente) e talvez por isso, não somente o blog, quanto a marca de camisetas não tenham me dado o retorno esperado. Percebi que é preciso amar o que faço, mas principalmente parar de olhar pra grama do vizinho. Se ele é bom ou ruim no que faz e mesmo assim está ganhando rios de dinheiro, bom pra ele. Tenho que FOCAR NO MEU GRAMADO. Trabalhar, trabalhar duro, trabalhar mais, trabalhar sempre, buscando melhorar a cada dia. Quem sabe assim, não veja o desfecho dessa história melhor do que tem sido a trajetória. Quem sabe?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOGUE FASHION'S NIGHT OUT

Fotos: Reprodução Na próxima terça-feira, 05 de setembro, acontecerá no Shopping Village Mall, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro o maio...